Especialidades e Procedimentos da Dermatologia

especialidade-dermatologia

ESPECIALIDADES

Dermatologia Clínica: diagnóstico e tratamento das doenças da pele, cabelos e unhas.

Dermatologia Cirúrgica: cirurgias de pele, como retirada de nevos, cistos e pequenas lesões, biópsias de pele, tratamento cirúrgico de algumas lesões de câncer de pele.

Dermatologia Cosmiátrica: área da dermatologia voltada para a estética, como cuidados para prevenção de envelhecimento da pele e procedimentos como toxina botulínica, preenchimento, LASER, peeling, entre outros.

 

 

PROCEDIMENTOS

Acompanhamento de nevos (pintas)

Dermatoscopia
Exame dermatológico pormenorizado que é feito com o auxílio de um Dermatoscópio: equipamento que ilumina e aumenta em cerca de 10 vezes a área do corpo a ser observada, permitindo uma excelente observação clínica.

As lesões pigmentadas benignas, como nevos (pintas) e ceratoses seborréicas (que podem mimetizar uma lesão maligna), além dos cânceres (melanomas e carcinomas) e lesões pré-cancerígenas, contem estruturas que não são vistas a olho nu e podem ser detectáveis somente com o uso de um Dermatoscópio.

Além de ser um imprescindível recurso para o diagnóstico precoce de lesões malignas, o dermatoscópio é também bastante utilizado para avaliar lesões inflamatórias, alterações no couro cabeludo e unhas

 

Rejuvelhecimento facial

Toxina botulínica: Indicada para suavizar rugas e linhas de expressão no rosto, a aplicação de toxina botulínica é uma das técnicas mais utilizadas no tratamento estético. A substância, produzida pela bactéria Clostridium botulinum, age como um bloqueador neuromuscular, impedindo a contração dos músculos, parcial ou totalmente. Com a musculatura paralisada, não há formação de rugas e as marcas já existentes são atenuadas. A toxina botulínica é injetada por uma agulha fina na região a ser tratada: na testa, entre as sobrancelhas, ao redor dos olhos, ponte do nariz. Além disso pode ser usada para melhora da região cervical, sorriso gengival e hiperhidrose (transpiração excessiva das axilas ou da pele das palmas das mãos e plantas dos pés. Há paralisação das glândulas sudoríparas da pele que são responsáveis pela transpiração excessiva).

O efeito rejuvelhecedor dura de quatro a seis meses. Além disso, a aplicação repetida (semestral) da toxina botulínica também previne que se formem novas rugas. A toxina botulínica é comercializada sob diversos nomes no Brasil, o mais conhecido é o Botox.

 

 

 
Preenchimento e volumização facial (ácido hialurônico)

O ácido hialurônico melhora o viço da pele, suavizando rugas e outras marcas de idade. Na forma injetável, é utilizado para redefinir o contorno da face, para preencher sulcos na pele e dar volume a algumas regiões do corpo. O procedimento é realizado em consultório médico, com agulha ou microcânula e anestesia tópica ou local. O preenchimento é considerado uma técnica segura e de grande versatilidade. A substância ocupa o espaço do colágeno e da gordura perdidos no processo de envelhecimento e pode ser utilizada em praticamente todos os tipos de sinais e vincos. As regiões da face que podem ser preenchidas com ácido hialurônico são: lábios, olheiras, sulcos nasogenianos (bigode chinês), região malar (bochechas) e algumas rugas. Os resultados duram entre 9 a 12 meses.


Peeling químico:
O peeling químico consiste na aplicação tópica de determinadas substâncias químicas capazes de provocar reações que vão desde de uma leve até profunda descamação da pele; remoção da pele em diferentes graus. Atuam no tratamento de manchas, acne, poros e envelhecimento cutâneo. Classificados em superficiais, médios e profundos, podem ser feitos com diferentes recursos: ácido retinóico, ácido salicílico, Jessner, ácido tricloracético, ácido kójico, ácido mandélico, entre outros.

Geralmente são necessárias de 3 a 5 sessões. As sessões serão prescritas de acordo com o tipo de pele e a necessidade de cada paciente.


Cremes antienvelhecimento:
Inúmeras substâncias são usadas para tratamento do envelhecimento da pele. Desde de cremes manipulados a cremes prontos vendidos sob orientação do dermatologista. Cada pele deve ser avaliada individualmente para a melhor opção de tratamento possível. Antioxidantes, ácidos, vitaminas, tensores, hidratantes e substâncias com efeito preenchedor estão entre os usados.


Outros procedimentos:

Biópsia: Procedimento simples, em que um pequeno fragmento da pele, da mucosa ou da unha é retirado para análise patológica, com o objetivo de diagnosticar uma doença da pele, seja ela um tumor ou um outro tipo de dermatose.

Cirurgia Dermatológica: São procedimentos cirúrgicos realizados na pele e tecido subcutâneo. Os mais comuns são retirada de nevos (pintas), retirada de cistos, biópsias, eletrocauterização, retirada de tumores benignos e malignos da pele. São feitos em ambiente ambulatorial sob anestesia local.


Carboxiterapia:
Consiste na aplicação de gás carbônico com auxílio de agulha na região intradérmica e subcutânea com o intuito de melhorar a circulação local levando a melhora de diversas alterações da pele como estrias, rugas, olheiras, celulite, cicatrizes inestéticas, flacidez.


Cauterização química:
Cauterização química é o processo utilizado para destruição tecidual utilizando-se de ácidos como o nítrico, o tricloroacético e o fenol. A profundidade da destruição depende da concentração da substância e da duração do contato. O tratamento causa ardência e pode ocorrer vermelhidão ao redor. Nos dias que se seguem, a área tratada torna-se escura e ressecada, devido à morte celular. Cerca de 7 a 15 dias depois ela é eliminada. Quando realizada de forma criteriosa e com a concentração adequada do ácido, proporciona ótimos resultados. Pode ser usada para tratamento de pequenas lesões da pele, como ceratoses actínicas, ceratoses seborréicas, verrugas virais, xantelasmas e manchas.


Crioterapia:
é a aplicação de uma substância (nitrogênio líquido) que diminua a temperatura local com finalidade terapêutica. A crioterapia pode ser utilizada para tratamento de quelóides, verrugas, lesões pré-cancerosas, câncer de pele, ceratoses seborréicas, granuloma anular. Muitas vezes ela é uma alternativa às cauterizações ou cirurgias dermatológicas. A sensibilidade à dor é variável de pessoa para pessoa. O tempo de tratamento (congelamento) é determinado pela profundidade da lesão a ser tratada. Bolha ou crosta na área tratada aparece após o tratamento, com cicatrização em 1 a 4 semanas.


Curetagem:
A curetagem ou raspagem de lesões de pele utiliza um instrumento circular cortante - a cureta – para remover o tecido indesejável. Pode ser aplicada a tecidos superficiais ou profundos, conforme a indicação. Deixa uma ferida que, em geral, cicatriza em 7 a 14 dias.

Pode ser utilizada no tratamento de molusco contagioso, verrugas e outras lesões benignas. Também é usada em parte do tratamento de câncer de pele.


Infiltração intralesional:
A infiltração consiste na injeção de uma medicação dentro da lesão para o seu tratamento. Desta forma ela atua diretamente no local onde é necessária e sua ação é mais intensa. Geralmente usam-se os chamados "medicamentos de depósito", que continuam agindo no local por vários dias. É possível utilizar medicamentos anti-inflamatórios, antibióticos ou quimioterápicos em lesões de pele.

As infiltrações podem ser utilizadas para tratamento de verrugas, alopécia, quelóides e outras lesões benignas.


Laser de CO2:
O laser CO2 Fracionado é um equipamento que pode ser utilizado para tratamento de rugas finas, médias e profundas da face e pescoço; flacidez da face e palpebral; cicatrizes, principalmente as de acne e estrias.

Seu mecanismo de atuação vaporiza a parte superficial da pele promovendo rejuvenescimento celular, um “resurfacing”, que consiste na formação de uma nova superfície da pele e ainda, através do aquecimento de camadas mais profundas estimula a contração do colágeno reduzindo a flacidez.

O grande diferencial deste tratamento é o tempo de recuperação, que pela tecnologia do fracionamento ficam áreas intactas da pele as quais propiciam uma recuperação mais rápida possibilitando ao paciente retorno às atividades habituais em pouco tempo.

Os resultados já podem ser percebidos já na primeira sessão, mas dependendo da indicação clínica podem ser necessárias até 5 sessões, sendo que o intervalo entre elas deve ser de no mínimo 4 semanas. A melhora da pele tratada ocorre progressivamente durante 6 meses.

 


Luz Intensa Pulsada:
A Luz Pulsada possibilita o tratamento de várias lesões causadas pelo fotoenvelhecimento, em diversas áreas do corpo como face, dorso das mãos, colo e pescoço. Trata rugas finas, vasos faciais, rosácea, manchas solares, dano solar crônico, alteração de textura da pele, olheiras, poiquilodermia (manchas, vasos e envelhecimento do colo e pescoço), depilação.